terça-feira, 17 de agosto de 2010

A Magia das e Plantas e Ervas


Há milhares de anos atrás nossos antepassados descobriram o poder curativo da natureza e das plantas. Os homens primitivos aprenderam a utilizar e a extrair das plantas seus poderes curativos, e o estudo das ervas medicinais data de mais de cinco mil anos, na época dos antigos sumerianos.

Muitos povos antigos usavam ervas e óleos aromáticos nos seus rituais religiosos. Estavam convencidos de que somente os deuses poderiam ter criado aromas tão profundos e pensavam que os aromas naturais podiam ser uma ponte para alcançar e receber as forças dos deuses, proteção, cura e beleza. Num dos mais famosos papiros egípcios datado de 1.500 a.C., descoberto pelo conhecido egiptólogo alemão George Ebers, o Papiro Ebers, nele podemos ver que os egípcios utilizavam ervas aromáticas na medicina, cosmética, culinária e, sobretudo em sua técnica nunca superada de embalsamento. Eram de uso comum plantar as ainda hoje usadas e conhecidas papoula, cebola, cominho, alho, coentro, anis, tomilho e outros.

O uso das ervas mágicas é relativamente simples, mas requerem alguns conhecimentos sobre a erva que pretende usar, uma delas são as suas propriedades medicinais, outras são se ela é toxica. Porem se deseja tirar melhor proveito dos benefícios de uma planta e se conectar com ela, um conhecimento mais profundo sobre ela lhe abrirá um leque de possibilidade. Saber a data de cultivo, região que ela se desenvolve, sua origem, família a qual pertence, uso mais freqüente, lhe mostrará os vários atributos mágicos que uma planta tem, e como desperta isso nela. Já dizia Praticamente é usada quase tudo de uma planta, raiz, caule, folhas, flores, semente, fruto, e cada uma delas tem uma função especifica esta ligada um determinado elemento e/ou planeta, e possui uma forma especifica de preparo, isso irá depende qual a forma que você irá usá-la. Normalmente se usa ervas secas nos trabalhos mágicos.

Existem varias possibilidades de usar magicamente uma erva, você pode preparar um banho mágico, um pó (que você poderá soprá-lo sobre a pessoa amada ou usá-lo quando quiser conquistar alguém), pode usá-la como um amuleto colocando-a e um saquinho de tecido, em magia de velas, e muito mais. Também podem ser usados em poções e óleos, sabonetes, na confecção de filtros, bebidas, garrafas de bruxas, como oferenda aos Deuses, na limpeza e em muitas outras partes de um ritual ou feitiço. Algumas plantas queimadas como incenso também são muito boas, mas nem todas; a arruda, por exemplo, queimada, tem um cheiro honroso. Secá-las e deixá-las penduradas em algum lugar de sua casa também é uma forma poderosa de atrair as forças mágicas destas ervas. O alecrim costume ser considerado como um coringa nas ervas, é um catalisador universal assim como o girassol, ela pode substituir qualquer erva, caso não encontre aquela que você deseja.

Por Hékath Ashlin

Nenhum comentário:

Postar um comentário